Consórcio

O que é um consórcio?

Consórcio sem juros, sem entrada e com parcelas que cabem no seu bolso.

O consórcio pode ser entendido como uma modalidade de compra para adquirir um bem ou um serviço.

Os consórcios chegaram ao Brasil na década de 1960 e hoje já estão presentes em outros países.O consórcio é uma opção para quem tem como objetivo conquistar um bem durável, mas não tem muita pressa em adquiri-lo.

Para que o consórcio funcione, é preciso contar com uma administradora autorizada pelo Banco Central. Essa administradora formará grupos de pessoas que têm o mesmo interesse, seja em adquirir bens móveis, imóveis ou contratar serviços diversos.

Existe uma extensa variedade de tipos de consórcio, sendo mais populares os consórcios de carros, motos e imóveis — mas também há possibilidades de fazer um consórcio para contratar serviços, para pagar formaturas, viagens, cursos de graduação e pós-graduação, e até cirurgias plásticas.

Ou seja, há uma infinidade de oportunidades, basta ter um grupo de pessoas interessado.

Como Funciona o Consórcio?

O consórcio é a forma de poupar em grupo. Um sistema de compra planejada, que reúne pessoas, que querem adquirir um bem ou um serviço. No consórcio, você paga uma parcela mensal menor do que os financiamentos convencionais, pois não há juros. A administradora é responsável por gerir todo o processo, por este serviço ela cobra somente uma taxa de administração fixa, que é diluída durante o todo período.

Adesão ao Plano de Consórcio

Para aderir a um plano de consórcio, o consorciado escolhe o produto, o valor do crédito e o plano desejado e adquire uma cota e passa a integrar um grupo, formado por pessoas físicas ou jurídicas com o objetivo comum de adquirir um bem, seja ele móvel, imóvel ou serviço. O grupo estabelece as características e a duração do plano.

Pagamento das Parcelas

O crédito total da cota é parcelado no prazo de pagamento do plano. Periodicamente, os consorciados pagam suas parcelas, que formam o saldo de caixa para contemplar seus integrantes ao longo da vigência do grupo.

Contemplação

É o momento mais esperado, pois é quando o consorciado pode usar o crédito para realizar a sua aquisição. As contemplações ocorrem nas assembleias mensais, transmitidas ao vivo pela Internet e podem ser realizadas de duas formas: por sorteio, do qual participam em iguais condições todas as cotas adimplentes do grupo, e por lance, que é um percentual que o consorciado pode ofertar para aumentar suas chances de contemplação. O lance vencedor pode ser pago com recursos do consorciado ou com o próprio crédito da cota (conforme características do plano). Após análise de documentações, o crédito será liberado.

Aquisição do bem

Com o crédito contemplado, o consorciado pode escolher o bem que deseja adquirir, dentro da categoria do seu grupo (móvel, imóvel ou serviço). A carta de crédito equivale a dinheiro à vista, por isso, o consorciado tem maior poder negociação. A partir daí, ele deve continuar seus pagamentos até o encerramento do plano.

Encerramento do plano

É quando o consorciado encerra seus direitos e suas obrigações com o grupo, ou seja, teve o crédito do seu consórcio disponível e quitou todas as suas parcelas.